Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

K2-29 b/WASP-152 b: An Aligned and Inflated Hot Jupiter in a Young Visual Binary

A. Santerne, G. Hébrard, J. Lillo Box, D. J. Armstrong, S. C. C. Barros, O. Demangeon, D. Barrado, A. Debackere, M. Deleuil, E. Delgado Mena, M. Montalto, D. Pollacco, H. P. Osborn, S. G. Sousa, L. Abe, V. Zh. Adibekyan, J.-M. Almenara, P. André, G. Arlic, G. Barthe, P. Bendjoya, J. Behrend, I. Boisse, F. Bouchy, H. Boussier, M. Bretton, D. Brown, B. Carry, A. Cailleau, E. Conseil, G. Coulon, B. Courcol, B. Dauchet, J.-C. Dalouzy, M. Deldem, O. Desormières, P. Dubreuil, J.-M. Fehrenbach, S. Ferratfiat, R. Girelli, J. Gregorio, S. Jaecques, F. Kugel, J. Kirk, O. Labrevoir, J. C. Lachurié, K. W. F. Lam, P. Le Guen, P. Martinez, L. P. A. Maurin, J. McCormac, J-B. Pioppa, U. Quadri, A. S. Rajpurohit, J. Rey, J.-P. Rivet, R. Roy, N. C. Santos, F. Signoret, L. Strabla, O. Suarez, D. Toublanc, M. Tsantaki, J.-M. Vienney, P. A. Wilson, M. Bachschmidt, F. Colas, O. Gerteis, P. Louis, J.-C. Mario, C. Marlot, J. Montier, V. Perroud, V. Pic, D. Romeuf, S. Ubaud, D. Verilhac

Resumo
In the present paper we report the discovery of a new hot Jupiter, K2-29 b, first detected by the Super-WASP observatory and then by the K2 space mission during its campaign 4. The planet has a period of 3.25 days, a mass of 0.73 ± 0.04 M , and a radius of 1.19 ± 0.02 R . The host star is a relatively bright (V = 12.5) G7 dwarf with a nearby K5V companion. Based on stellar rotation and the abundance of lithium, we find that the system might be as young as ~450 Myr. The observation of the Rossiter-McLaughlin effect shows that the planet is aligned with respect to the stellar spin. Given the deep transit (20 mmag), the magnitude of the star and the presence of a nearby stellar companion, the planet is a good target for both space- and ground-based transmission spectroscopy, in particular in the near-infrared where both stars are relatively bright.

Palavras chave
planets and satellites: detection, stars: individual: EPIC21189792, techniques: high angular resolution, techniques: photometric, techniques: radial velocities, techniques: spectroscopic

The Astrophysical Journal
Volume 824
junho 2016

>> PDF>> ADS>> DOI

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA