Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto
Exoplanet science with astrometry from ground and space

Johannes Sahlmann
European Space Astronomy Centre, Madrid

Resumo
Extrasolar planets are commonly found around stars in the Galaxy but many questions concerning their formation and evolution remain open. Further progress relies on obtaining a comprehensive exoplanet census over a wide range of stellar types and planet parameters, which necessitates the combination of complementary observational techniques. Accurate measurements of stellar positions, i.e. astrometry, can inform us on the properties of extrasolar planets that are difficult to obtain with other techniques. However, detecting the orbital reflex motion of the host star with a typical amplitude smaller than 0.1 milli-arcseconds is challenging for present-day instruments. I will present an overview of the observing techniques that can reach the necessary precision, which include large ground-based facilities and dedicated space observatories, and highlight their contributions to the exoplanet field so far. In particular, I will show new results from an ongoing astrometric planet search around very low-mass stars and brown dwarfs with the VLT. Finally, I will discuss the Gaia space astrometry mission and present my view of its impact on exoplanet research.

22 abril 2015, 11:00

Centro de Astrofísica
Rua das Estrelas
4150-762 Porto

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA