Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+
21 fevereiro 2011

O observatório espacial Herschel (ESA) descobriu um conjunto de galáxias envolvidas em poeiras, que não precisaram de tanta matéria escura como se pensava para condensar gás e despoletar formação estelar.

As galáxias agora observadas pelo Herschel, na zona do céu conhecida como Lockman Hole (ou “buraco” de Lockman), têm massas da ordem de 300 mil milhões de massas solares. Este valor põe em causa os atuais modelos, que previam que só galáxias com 15 vezes mais massa poderiam desencadear formação de estrelas e formar galáxias.

A investigadora do CAUP Eleni Vardoulaki esclarece que “Estes resultados observacionais vão revolucionar os modelos de formação e evolução de galáxias, ao estabelecer um limite mínimo para a massa da matéria escura que é necessária para desencadear formação estelar”.

Apenas 10% da matéria de uma galáxia é visível (estrelas, gás e poeiras). O resto será constituído por um halo de matéria escura, cuja presença só é possível inferir pela sua influência gravitacional.

Estes halos formam enormes teias no Universo, que funcionam como o esqueleto onde o gás condensa, podendo depois vir a formar galáxias. Mas embora todas as galáxias estejam inseridas em halos de matéria escura, nem todos os halos contêm galáxias.

Os resultados desta observação, já disponíveis na página online da Nature, serão publicados no dia 24 deste mês.

O Herschel é o maior telescópio espacial na banda do infravermelho, com um espelho principal de 3,5 metros de diâmetro e instrumentos refrigerados quase ao zero absoluto. Observa um conjunto diversificado de objetos, que vão dos asteroides às galáxias distantes.

Mais informações:
Comunicado de imprensa da ESA
Comunicado de ciência da ESA
Artigo científico na Nature online

1. A região do céu conhecida como Lockman Hole, observada pelo Herschel. Cada ponto nesta imagem representa uma galáxia distante. (ESA / Herschel / SPIRE / HerMES) 2. Simulações da distribuição de matéria escura. (Consórcio Virgo/Alexandre Amblard/ESA)