Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

European Helio- and Asteroseismology Network (HELAS)

POCI/V.5/B0094/2005

Investigador responsável
Mário J. P. F. G. Monteiro

Over the last 25 years helioseismology has tremendiously increased our knowledge about the physical properties of the Sun. Precise measurements of the oscillations on the solar surface are carried out with worldwide networks of observing stations as well as dedicated space experiments. These seismic investigations of the Sun are the only possibility to derive information about the solar interior. Asteroseismology continues this success by investigating stellar interiors.

European science has the lead in this important field of astrophysics with various active research groups. However, these groups require networking activities in order to structure and rationalize their efforts. In the next years various innovative experiments will start delivering data that allow expecting exciting scientific results about solar and stellar interiors.

An unheard volume of data will be colleted by new space experiments aboard the Solar Dynamics Observatory, the asteroseismic mission COROT, and high-tech ground-based observatories.

European science requires the best intellectual integration to efficiently structure the investigations that makes use of these data.

Instituição financiadora
Fundação para a Ciência e a Tecnologia com co-financiamento pelo FEDER, através do POCI2010

Início: 1 abril 2006
Fim: 30 junho 2008


Fundação para a Ciência e Tecnologia

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA