Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube Siga-nos no Google+

SOAP
A tool for the fast computation of photometry and radial velocity induced by stellar spots

I. Boisse, X. Bonfils, N. C. Santos

Resumo
We define and put at the disposal of the community SOAP, Spot Oscillation And Planet, a software tool that simulates the effect of stellar spots and plages on radial velocimetry and photometry. This paper describes the tool release and provides instructions for its use.We present detailed tests with previous computations and real data to assess the code’s performance and to validate its suitability. We characterize the variations of the radial velocity, line bisector, and photometric amplitude as a function of the main variables: projected stellar rotational velocity, filling factor of the spot, resolution of the spectrograph, linear limb-darkening coefficient, latitude of the spot, and inclination of the star. Finally, we model the spot distributions on the active stars HD166435, TWHya and HD189733, which reproduce the observations. We show that the software is remarkably fast, allowing several evolutions in its capabilities that could be performed to study the next challenges in the exoplanetary field connected with the stellar variability.

Palavras chave
methods: numerical – planetary systems – techniques: radial velocities – techniques: photometric – stars: activity – starspots

Notas
The tool is available at http://www.astro.up.pt/soap
Consult the up-to-date catalogue of the website exoplanet.eu

Astronomy and Astrophysics
Volume 545, Página A109_1
setembro 2012

>> PDF>> ADS>> DOI

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA