Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

Extended (15 × 6 AU) Hα Emission Around T Tau N

P. J. V. Garcia, E. Thiébaut

Resumo

We present an image of T Tauri N reconstructed from speckle interferometry observations made at the 3.6 m Canada-France-Hawaii telescope (CFHT). Two spectral windows, at Hα [6540-6580 Å] and red continuum [6580-6840 Å] were used. The star is unresolved in the continuum (θ ≤ 0″038), setting an upper limit for its size of ≤ 5.3 AU (assuming a 140 pc distance). At Hα (continuum subtracted) two components are observed, an unresolved one with 70% of the Hα flux and a resolved 0″106 × 0″043 (15 × 6 AU) with 30 %. The extended component is elongated in the North-South direction.

The extended Hα component scale, it's non-detection in the continuum, and TTau Hα profile shape suggest that the extension is a disk corona.

Astrophysics and Space Science
Volume 261, Página 141
janeiro 1999

>> PDF>> ADS>> DOI

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA