Mapa do Site
Contactos
Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter Canal YouTube
Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

Seismic evolution of low/intermediate mass PMS stars

F. J. G. Pinheiro

Resumo
This article presents a study of the evolution of the internal structure and seismic properties expected for low/intermediate mass Pre-Main Sequence (PMS) stars. Seismic and non-seismic properties of PMS stars were analysed. This was done using 0.8 to 4.4M stellar models at stages ranging from the end of the Hayashi track up to the Zero-Age Main-Sequence (ZAMS). This research concludes that, for intermediate-mass stars (M>1.3M⊙), diagrams comparing the effective temperature (Teff) against the small separation can provide an alternative to Christensen-Dalsgaard (C-D) diagrams. The impact of the metal abundance of intermediate mass stars (2.5-4.4M⊙) has over their seismic properties is also evaluated.

Astronomy and Astrophysics
Volume 478, Página 193
janeiro 2008

>> PDF>> ADS>> DOI

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço é (IA) é uma nova, mas muito aguardada, estrutura de investigação com uma dimensão nacional. Ele concretiza uma visão ousada, mas realizável para o desenvolvimento da Astronomia, Astrofísica e Ciências Espaciais em Portugal, aproveitando ao máximo e realizando plenamente o potencial criado pela participação nacional na Agência Espacial Europeia (ESA) e no Observatório Europeu do Sul (ESO). O IA é o resultado da fusão entre as duas unidades de investigação mais proeminentes no campo em Portugal: o Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) e o Centro de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Lisboa (CAAUL). Atualmente, engloba mais de dois terços de todos os investigadores ativos em Ciências Espaciais em Portugal, e é responsável por uma fração ainda maior da produtividade nacional em revistas internacionais ISI na área de Ciências Espaciais. Esta é a área científica com maior fator de impacto relativo (1,65 vezes acima da média internacional) e o campo com o maior número médio de citações por artigo para Portugal.

Continuar no sítio do CAUP|Seguir para o sítio do IA